• Sage

TRABALHO REMOTO: Tudo o que você precisa saber

Atualizado: Mai 30

Com o surto da pandemia do COVID-19, as empresas e os funcionários passaram a se questionar sobre o que devem fazer: continuar indo trabalhar e ter o risco de se infectar ou parar de trabalhar e correr o risco de perder os lucros e os salários? Felizmente, há uma terceira opção que está ganhando cada vez mais visibilidade nesses tempos de crise: o trabalho remoto. Este pode trazer inúmeros benefícios não apenas para a empresa, mas também para o funcionário.


Mas o que é Trabalho Remoto?


O trabalho remoto nada mais é do que uma forma de exercer as atividades a distância, pode ser feito de casa ou de qualquer lugar do país ou do mundo. Esse tipo de trabalho está sendo implementado tanto como modalidade regular na empresa quanto uma adaptação em tempos de crise.



Como funciona o trabalho remoto?


As formas mais comuns de realização de trabalho remoto são os coworkings e o home office.

Trabalho remoto em Coworkings


Os Coworking são movimentos de pessoas, empresas e comunidades que buscam trabalhar e desenvolver os negócios juntos. São espaços que possuem a estrutura necessária para que empresas desenvolvam seus negócios. É importante destacar que estes espaços podem ter fins comerciais ou não. Mas, no geral, eles contam com uma estrutura igual a de um escritório tradicional, porém, esses espaços podem ser compartilhados por todos os integrantes, independentemente da empresa que cada um representa.


Atuação Home office


Com a nova lei trabalhista, o home office foi regulamentado. Com isso, o trabalho remoto deve ser aderido por meio de um acordo, entre empregado e empregador, com registro em contrato. Para aderir a modalidade é necessário que o empregador ofereça condições de trabalho para que o empregado possa desempenhar suas funções. Com a realização do trabalho na própria residência, cabe ao colaborador apresentar suas necessidades pessoais ao empregador. Além disso, o empregador fica incumbido de arcar com os custos de implementação e a disponibilização de todos os equipamentos necessários para a execução do trabalho home office.


Quais os benefícios do trabalho remoto?

1. A tecnologia quebra barreiras


A distância é, hoje, um mero detalhe para quem atua no trabalho remoto. Fazendo o uso das diferentes ferramentas tecnológicas disponíveis (incluindo as redes sociais como Facebook, Twitter, LinkedIn, Skype e WhatsApp), a comunicação pode ser clara e imediata, eliminando a questão da distância como motivação para a perda de produtividade.



2. A comunicação é maior

De acordo com um levantamento realizado sobre o tema, até 86% dos que atuam em home-office estabelecem contato constante com suas equipes, mesmo que somente para estreitar o relacionamento.

3. A colaboração é imediata

O compartilhamento de informações e documentos, além da solução de dúvidas, é outro benefício que pode ser feito em tempo real por meio das ferramentas tecnológicas – facilitando o trabalho e a busca por respostas de quem está no mundo do trabalho remoto.

4. Reuniões mais produtivas

O foco nas conferências online é muito maior – já que, no trabalho remoto, só participam de reuniões os realmente interessados e os que podem se beneficiar com as informações abordadas (evitando a perda de tempo).

5. Mais diálogo

Deixando de lado as apresentações unilaterais, as conferências online permitem uma participação maior e o aumento do diálogo entre os profissionais – aumentando, consequentemente, a produtividade.

Quais são os benefícios do trabalho remoto para a empresa?


Diante de pandemias, como a do atual COVID-19, é importante que a empresa tome medidas rápidas e emergenciais de contenção, e o trabalho remoto é uma solução que oferece benefícios mútuos. A luta contra a propagação do Coronavírus requer ações de prevenção rápidas e extraordinárias. O trabalho remoto oferece benefícios para as empresas, tais como:

  • Permitindo que o fluxo de atividades permaneça no mesmo nível;

  • Mantendo a empresa em atividade, mesmo que em ambientes de trabalho diferentes;

  • Mantendo a mesma gestão de metas e demandando e requerendo as mesmas habilidades e necessidades dos trabalhos não remotos;

  • Reduzindo custos;

  • Aumentando a qualidade de vida e a produtividade;

  • Evitando a concentração de pessoas no mesmo ambiente, assim colaborando para a contenção da COVID-19.

Mas para adotá-lo é necessário que a empresa:

  • Garanta que os funcionários possuam um local adequado para trabalhar;

  • Ofereça os equipamentos necessários como: locais confortáveis e adequados para a condução do trabalho, disponibilidade de telefone, computador com acesso à internet, soluções online para reuniões, dentre outros.


Apesar da pandemia do COVID-19 exigir das empresas um momento de flexibilidade para que os trabalhos possam ser realizados remotamente, esta pode ser uma situação que sirva como preparação tanto para a empresa como para os funcionários, de como utilizar das ferramentas de serviço à distância. Assim, compreende-se os pontos positivos e se busca entender possíveis problemas que podem ser superados, para quando o momento de crise passar, a empresa saiba continuar utilizando o trabalho remoto como um modelo plausível de manter seus serviços em funcionamento e tirando o melhor proveito deles.


15 visualizações

Quem somos?

Contato

(14) 3414-9629

Av. Higino Muzi Filho, 737 - Mirante, Sala 20, Marília - SP

  • Facebook ícone social
  • Instagram ícone social
  • LinkedIn ícone social